Vistoria de Imoveis

Locação de imóveis: veja o que avaliar na vistoria


Dentre todos os cuidados que você deve ter na hora de locar um imóvel, um dos mais importantes é o documento de vistoria. É uma peça descritiva indispensável e que deve ser assinada pelas partes na assinatura e no final do contrato de locação. É a garantia de que a propriedade vai manter as condições de conservação, protegendo o proprietário de prejuízos e o inquilino de arcar com danos que não foram feitos por ele.

O documento de vistoria é à parte do contrato e deve ser bastante minucioso para que seja eficiente. Por isso, para ajudar você a avaliar os principais itens do imóvel que você deseja locar, preparamos esse post com os principais aspectos que você deve avaliar antes de preparar a mudança.

Quer saber como elaborar um documento de vistoria de qualidade antes de encontrar casas para alugar em São Paulo? Então leia o texto abaixo!

Reserve um dia calmo para a vistoria

Um dos maiores erros de locadores e locatários é agendar a vistoria para um dia muito corrido. Observar o estado da propriedade à s pressas pode fazer com que algum detalhe passe despercebido e prejudique seu tempo de morada.

Por isso, para garantir uma vistoria minuciosa, procure marcá-la em um dia que não esteja lotado de compromissos.

Ter esse tempo à disposição evita que o novo morador se empolgue com o imóvel e esqueça de solicitar os reparos que devem ser feitos.

É importante frisar que ninguém é obrigado a saber fazer uma vistoria de qualidade, por isso, vale a pena pedir ajuda. Uma dica é contratar uma empresa especializada, que saberá concluir os serviços com qualidade e em menos tempo.

Esses profissionais garantem que todos os cantos do imóvel serão avaliados, ou seja, contratá-los pode ser um bom investimento.

Observe as esquadrias

Uma dica para você iniciar sua vistoria é avaliar o estado de janelas e portas. Todo detalhe deve ser descrito, como arranhões, lascas e problemas na pintura.

Depois, não se esqueça de testar se elas estão funcionando. Para isso, basta abrir e fechar as portas e janelas do imóvel e verificar se a fechaduras funcionam. Também é importante testar as chaves.

Se o imóvel conta com venezianas, feche-as com o cômodo escuro e avalie se existe algum friso que permite uma passagem maior de luz. Isso parece dispensável, mas pode acarretar em vazamento nos dias de chuva.

Na entrega do imóvel, o proprietário pode alegar que tal problema não existia e fazer com que você arque com a compra de uma nova janela.

Verifique as instalações elétricas

Mesmo que a energia elétrica não tenha sido estabelecida no imóvel, é possível observar alguns aspectos das instalações. Olhe com atenção a caixa de energia e veja se ela parece bem conservada.

Não se esqueça, também, de especificar no relatório de vistoria que a energia elétrica não estava habilitada e que, portanto, alguns testes não foram feitos.

No caso de o imóvel com luz, leve uma lâmpada bivolt e teste todos os bocais.

Se preferir, leve um eletricista de sua confiança e peça auxílio para essa tarefa.

Problemas nas instalações elétricas podem custar muito caro e, ainda, comprometer a segurança dos moradores. Todo cuidado é pouco.

Teste as instalações hidráulicas

Quem busca apartamentos para alugar em São Paulo precisa, também, verificar a parte hidráulica da propriedade. Para fazer isso, abra todas as torneiras por, aproximadamente, três minutos. Esse é o tempo indicado para que você detecte vazamentos e problemas nos sifões das pias.

Depois disso, é hora de checar as descargas sanitárias. Aperte-as e confira se a pressão da água é suficiente. Repita, para ter certeza. Após o fluxo, verifique se ainda há água sendo liberada, o que pode indicar vazamentos.

É importante dizer que o vazamento de água pode ser bastante dispendioso ao final do mês, além de ser danoso para o meio ambiente.

Pode ser válido, também, voltar a olhas as pias ao final da vistoria para garantir de que não teve mais liberação de água após o fechamento.

Esteja atento aos revestimentos e rejuntes

Seja detalhista na hora de observar o aspecto dos revestimentos cerâmicos e dos rejuntes da casa.

Veja se existem placas trincadas, quebradas, rachadas ou com manchas. Também é importante pressionar o piso para conferir se as peças estão bem fixadas e sem desníveis.

É importante, também, verificar se existem algumas placas de cerâmica ou azulejos em tons diferentes e deixe essa característica clara no documento de vistoria.

Nos banheiros é importante ter atenção redobrada. Verifique se os azulejos próximos aos ralos estão em boas condições, já que eles podem apresentar problemas de mofo ou infiltração.

Analise o estado da pintura

Olhe com atenção para todos os detalhes da pintura antes de descrevê-la no documento de vistoria.

Observe se existem falhas, manchas ou marcas de parafuso. Também é importante verificar tons diferentes em um mesmo cômodo e há algum sinal de um vazamento ou infiltração foi camuflada.

Anote todos os detalhes, incluindo também a quantidade de furos na parede e possíveis lascas que podem surgir junto à s tomadas.

Avalie as estruturas da construção

Se o imóvel sofreu alguma personalização ou reforma, é importante você contar com a ajuda de um engenheiro para verificar as condições de vigas, colunas e paredes.

Algumas alterações na estrutura do imóvel podem comprometer a habitabilidade e a segurança dos moradores, por isso, certifique-se de que tudo saiu conforme foi planejado.

Finalize com o check-list

Ao final da vistoria, não se esqueça de confirmar no check-list se todos os detalhes foram verificados e se a condição de cada item está bem descrita.

É importante que você providencie uma cópia dessa listagem, já que fica mais fácil você avaliar futuramente se os reparos foram feitos.

Para que o documento de vistoria seja ainda mais detalhado, registre todas as verificações com fotos e inclua-as no contrato. Já imaginou ter que arcar com prejuízos que não foram causados por você durante a vigência do seu contrato?

Uma vistoria eficaz deve ser minuciosa, criteriosa e feita com calma, por isso, não é hora de ter pressa.

Agora que você já sabe como deve ser feito um documento de vistoria, por que não começa sua pesquisa por imóveis para alugar? Aproveite e compartilhe esse artigos nas suas redes sociais e informe outras pessoas!